Logo Grupo VGV horizontal
CONFIRA OS PRINCIPAIS INDICADORES DO MERCADO IMOBILIÁRIO | SELIC 10,50% (08/Maio/2024) | FIPEZAP+ RESIDENCIAL VENDA +0,74% (05/Junho/2024) | FIPEZAP+ RESIDENCIAL LOCAÇÃO +1,38% (21/Maio/2024) | FIPEZAP+ COMERCIAL VENDA +0,25% (28/Maio/2024) | IGP-M 0,31% (29/04/2024) | FIPEZAP+ COMERCIAL LOCAÇÃO +1,11% (28/Maio/2024) | IPCA 0,16% (10/04/2024) | INCC-M +0,59% (27/Mai/2024) | INCC-DI +0,86% (07/Junho/2024) | IVAR +0,21% (06/Junho/2024) |

57% dos empréstimos concedidos pela Caixa Econômica Federal são para pessoas com menos de 35 anos

Compartilhar a notícia

Jovens impulsionam crescimento do mercado imobiliário com foco em imóveis compactos e uso de tecnologia
57% dos empréstimos concedidos pela Caixa Econômica Federal são para pessoas com menos de 35 anos

De acordo com os números mais recentes, 57% dos empréstimos para aquisição da casa própria são destinados ao público com menos de 35 anos. Esse fenômeno é ainda mais evidente ao observarmos que 80% dos clientes que buscam os serviços de uma imobiliária pertencem à faixa etária dos 25 aos 35 anos. Não apenas isso, estimativas do setor indicam que esse grupo já representa 30% dos compradores de imóveis na planta.

Os jovens, impulsionados por fatores estruturais como mudanças para estudar ou trabalhar em outras cidades, encontram no mercado imobiliário uma resposta às suas necessidades, especialmente devido às facilidades de financiamento oferecidas por diversas instituições bancárias.

A preferência por apartamentos compactos, com até 45m², equipados com amenidades como academia e piscina, localizados estrategicamente próximos a estações de metrô e com uma sólida infraestrutura comercial e de serviços, destaca o desejo desses consumidores por conforto, praticidade e segurança.

O mercado imobiliário, ágil em se adaptar às demandas em evolução, já está oferecendo empreendimentos alinhados ao perfil desses jovens. Contudo, a chave para atrair esse público vai além de simplesmente atender suas preferências físicas. As empresas do setor percebem a necessidade de adotar tecnologias sofisticadas para corresponder às expectativas dessa geração altamente conectada.

O crescente uso de plataformas virtuais para busca e venda de imóveis é exemplificado pelo sucesso do Meu Imóvel, que em apenas oito anos gerou mais de 1 milhão de leads e participou de mais de 12 mil vendas, movimentando mais de R$ 6 bilhões. Essa ascensão é notável, considerando a colaboração com algumas das maiores construtoras e incorporadoras do mercado.

No esforço para conquistar os jovens, as plataformas investem pesadamente em tecnologias como Geolocalização e Inteligência Artificial, buscando ampliar as opções e tornar as buscas mais assertivas. Além disso, a otimização do contato inicial entre clientes e vendedores, com respostas rápidas e diretas, torna-se uma prioridade.

Essas facilidades estão transformando a dinâmica de trabalho das empresas imobiliárias, proporcionando um atendimento mais ágil, dinâmico e eficiente, não apenas para os clientes jovens, mas para todo o espectro de consumidores. Este, sem dúvida, é o caminho para o crescimento sustentável do setor em sintonia com as demandas de uma nova era imobiliária.

Fonte: Suno

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhar a notícia

Veja mais

O Índice de Variação de Aluguéis Residenciais (IVAR) de maio de 2024 registrou variação de 0,21%, representando uma desaceleração em relação à ...
Entre as capitais, maiores altas dos preços dos imóveis residenciais ocorreram em Curitiba, Goiânia, Maceió, Salvador e ...
Valorização do valor do aluguel comercial também abrangeu preços de venda, que apresentaram a maior variação desde ...
Em comparação a igual período em 2023, o INCC-M de maio 2024 registrou grande descompressão, pois a taxa anualizada em ...
Maiores altas de abril do valor pedido pelo aluguel residencial ocorreram em Fortaleza, Brasília, Florianópolis, Salvador e Curitiba ...
O IPCA de Abril de 2024 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) foi de 0,38% e ficou 0,22 ponto percentual ...
O Comitê de Política Monetária do Banco Central - COPOM - decidiu nesta quarta-feira (8 de Maio) amenizar o ritmo ...
Índice que monitora o preço do aluguel residencial, medido pelo IBRE da Fundação Getúlio Vargas, mostrou incremento significativo em Abril. ...
Com discreta aceleração, o último relatório do Índice FipeZAP mostrou que o preço médio de venda de imóveis residenciais subiu ...
Foto por Charles de Luvio No cenário do mercado imobiliário, a observação atenta dos indicadores econômicos é crucial para entender ...

Banca VGV