Logo Grupo VGV horizontal
CONFIRA OS PRINCIPAIS INDICADORES DO MERCADO IMOBILIÁRIO | SELIC 10,50% (08/Maio/2024) | FIPEZAP+ RESIDENCIAL VENDA +0,74% (05/Junho/2024) | FIPEZAP+ RESIDENCIAL LOCAÇÃO +1,38% (21/Maio/2024) | FIPEZAP+ COMERCIAL VENDA +0,25% (28/Maio/2024) | IGP-M 0,31% (29/04/2024) | FIPEZAP+ COMERCIAL LOCAÇÃO +1,11% (28/Maio/2024) | IPCA 0,16% (10/04/2024) | INCC-M +0,59% (27/Mai/2024) | INCC-DI +0,86% (07/Junho/2024) | IVAR +0,21% (06/Junho/2024) |

Apartamentos compactos são a aposta do mercado imobiliário brasileiro

Compartilhar a notícia

Os números, tendências e fatores por trás do sucesso desses imóveis no Brasil.
Apartamentos compactos são a aposta do mercado imobiliário brasileiro

Uma Nova Tendência Emergente

Num cenário de constante evolução no mercado imobiliário brasileiro, uma tendência clara se destaca: os imóveis compactos, com tamanhos entre 41 m² e 60 m², estão na liderança em lançamentos e vendas no país, conforme revela um estudo realizado pelo software de vendas imobiliárias CV CRM em parceria com a startup Dataland.

Esses empreendimentos, que representam 38,6% dos lançamentos e 41,7% das vendas no Brasil, estão encontrando forte demanda devido a uma combinação de fatores. “A maior procura por esse tipo de propriedade se deve às facilidades de acesso e aos incentivos do governo, como é o caso da possibilidade de financiamento via FGTS, promovidas por programas como Minha Casa, Minha Vida”, destaca Fábio Garcez, CEO do CV CRM.

O estudo ainda aponta que imóveis com mais de 251 m² estão na segunda colocação, com 15,5% dos lançamentos e 18,3% das vendas. Esta mudança de preferência reflete o comportamento pós-pandêmico, onde a alta dos preços de aluguéis tem levado as pessoas a buscarem alternativas mais acessíveis e com melhor custo-benefício.

Segmentação Econômica e Preferências de Compra

Num recorte econômico, os imóveis avaliados em até R$ 264 mil lideram as vendas, seguidos pelos imóveis padrão, com preços entre R$ 264 mil e R$ 500 mil. Esse panorama se torna mais interessante quando observamos a análise feita em 487 cidades brasileiras entre o início de 2020 e agosto deste ano.

Entretanto, mesmo com esses números impressionantes, a tendência anual é de queda. No comparativo entre o segundo trimestre de 2022 e o segundo trimestre de 2023, observa-se uma redução de 22% no número de unidades lançadas, conforme o estudo da CV, e 16%, segundo dados da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC). As vendas também apresentaram queda, com 11%, de acordo com a CV, e 6%, conforme a CBIC.

Perspectivas para o Futuro

Quanto ao futuro, Fábio Garcez projeta um aumento nas vendas no próximo trimestre, consumindo o estoque remanescente no mercado. No entanto, os lançamentos devem permanecer em ritmo lento, não acompanhando plenamente a demanda. “Apesar dos dados da pesquisa apresentarem uma baixa, o setor deve continuar aquecido e as vendas crescendo nacionalmente”, afirma Garcez.

Fonte: Estadão Imóveis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhar a notícia

Veja mais

O Índice de Variação de Aluguéis Residenciais (IVAR) de maio de 2024 registrou variação de 0,21%, representando uma desaceleração em relação à ...
Entre as capitais, maiores altas dos preços dos imóveis residenciais ocorreram em Curitiba, Goiânia, Maceió, Salvador e ...
Valorização do valor do aluguel comercial também abrangeu preços de venda, que apresentaram a maior variação desde ...
Em comparação a igual período em 2023, o INCC-M de maio 2024 registrou grande descompressão, pois a taxa anualizada em ...
Maiores altas de abril do valor pedido pelo aluguel residencial ocorreram em Fortaleza, Brasília, Florianópolis, Salvador e Curitiba ...
O IPCA de Abril de 2024 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) foi de 0,38% e ficou 0,22 ponto percentual ...
O Comitê de Política Monetária do Banco Central - COPOM - decidiu nesta quarta-feira (8 de Maio) amenizar o ritmo ...
Índice que monitora o preço do aluguel residencial, medido pelo IBRE da Fundação Getúlio Vargas, mostrou incremento significativo em Abril. ...
Com discreta aceleração, o último relatório do Índice FipeZAP mostrou que o preço médio de venda de imóveis residenciais subiu ...
Foto por Charles de Luvio No cenário do mercado imobiliário, a observação atenta dos indicadores econômicos é crucial para entender ...

Banca VGV