Logo Grupo VGV horizontal
CONFIRA OS PRINCIPAIS INDICADORES DO MERCADO IMOBILIÁRIO | SELIC 10,75% (20/03/2024) | FIPEZAP+ RESIDENCIAL VENDA +0,64% (04/Abril/2024) | FIPEZAP+ RESIDENCIAL LOCAÇÃO +1,16% (16/Abril/2024) | FIPEZAP+ COMERCIAL VENDA +0,07% (22/03/2024) | IGP-M -0,47% (27/03/2024) | FIPEZAP+ COMERCIAL LOCAÇÃO +0,73% (22/Mar/2024) | IPCA 0,16% (10/04/2024) | INCC-M +0,24% (25/Mar/2024) | INCC-DI +0,28% (05/04/2024) | IVAR 1,06% (04/04/2024) |

Incorporadoras do programa Minha Casa, Minha Vida registram aumento de lucro e vendas em 2023

Compartilhar a notícia

Foto por Prefeitura de São Paulo/Divulgação

As incorporadoras do segmento econômico, listadas em bolsa, encerraram o ano de 2023 com resultados positivos, impulsionadas pelo vigor do programa governamental Minha Casa, Minha Vida (MCMV).

No cenário das cinco principais empresas do setor – Direcional, Cury, Plano&Plano, MRV e Tenda – observou-se um aumento do lucro líquido ou uma redução do prejuízo, particularmente no caso das duas últimas. A Plano&Plano, por exemplo, dobrou seu lucro para R$ 268,5 milhões, enquanto a Direcional registrou um aumento de 74,5%, alcançando R$ 331,6 milhões.

Essas empresas conseguiram elevar suas margens brutas e receitas líquidas, destacando-se um crescimento significativo nos lançamentos – exceto pela MRV, que reduziu em 24% na divisão de incorporação nacional. Entretanto, todas apresentaram um incremento nas vendas líquidas, com destaque para a Plano&Plano, com 82% de crescimento.

A Plano&Plano se destacou ainda no mercado de ações, com uma valorização de 19,4% desde janeiro, seguida pela Cury e Direcional. Por outro lado, Tenda e MRV, que enfrentaram prejuízos recentemente, tiveram queda em bolsa, refletindo sua fase de recuperação de rentabilidade após um período desafiador.

Dados da Abrainc (Associação Brasileira das Incorporadoras Imobiliárias) corroboram a tendência positiva, com um aumento expressivo nos lançamentos e vendas no âmbito do Minha Casa, Minha Vida (MCMV). Entretanto, surge a preocupação com o consumo de recursos do FGTS, especialmente para financiar imóveis usados, e com o julgamento no STF sobre a remuneração do fundo, que poderia impactar os recursos do programa.

Apesar desses desafios, a expectativa é de que o FGTS Futuro, que permite o uso do crédito mensal na conta do consumidor como parte da comprovação de renda, traga benefícios ao setor. A próxima reunião do conselho curador do fundo, na terça-feira (19), poderá ser decisiva nesse sentido.

Em resumo, o mercado imobiliário de baixa renda mostra-se resiliente e promissor, impulsionado pelo MCMV e pelas estratégias das incorporadoras em meio a um cenário desafiador.

Redação VGV com informações do Valor Econômico

___

Acelere sua Carreira no Mercado Imobiliário com a Banca VGV!

A Banca VGV é a plataforma oficial de vendas dos produtos educacionais do Grupo VGV, sua fonte de conhecimento indispensável para se destacar no mercado imobiliário.

Mais do que uma livraria:

Aqui você encontra livros, cursos, planilhas e muito mais para tornar você em um profissional Acima da Média. Explore as soluções personalizadas para:

  • Corretores de Imóveis: Aprimore suas habilidades, domine as técnicas de venda e feche mais negócios.
  • Imobiliárias: Aumente a rentabilidade do seu negócio com estratégias de gestão e marketing eficazes.
  • Investidores: Inove em seus projetos e processos para se destacar da concorrência.
  • Incorporadoras: Lance empreendimentos de sucesso com base em estudos de mercado e viabilidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhar a notícia

Veja mais

Foto por Pedro Ribeiro Segundo o Índice FipeZap, os preços de locação residencial no Brasil tiveram um aumento significativo de ...
O mercado imobiliário de São Paulo apresentou quase 16 mil transações de compra e venda de imóveis em Janeiro deste ...
Veja todas as regras do FGTS futuro e saiba os detalhes de como ele funciona nos financiamentos imobiliários ...
O estudo indica que o faturamento deflacionado das indústrias de materiais de construção apresentou crescimento de 2,8% no acumulado até ...
Será que podemos ter um novo boom imobiliário no Brasil? Dados recentes apontam venda recorde de novos imóveis, demanda por ...
Foto por Davi Costa No último mês de março, os índices de inflação no Brasil, tanto o IPCA (Índice Nacional ...
Ao mesmo tempo em que vive um bom momento de vendas, setor imobiliário precisa lidar com um entrave: a falta ...
O Índice Nacional de Custo da Construção – Disponibilidade Interna (INCC-DI), calculado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), é um dos ...
Foto por Leohoho O Índice de Variação de Aluguéis Residenciais (IVAR) registrou um aumento de 1,06% em março de 2024, ...
Foto por Alex Caceres O mercado imobiliário brasileiro continua a apresentar sinais de dinamismo, com o Índice FipeZAP registrando um ...

Banca VGV