Logo Grupo VGV horizontal
CONFIRA OS PRINCIPAIS INDICADORES DO MERCADO IMOBILIÁRIO | SELIC 11,25% (31/01/2024) | FIPEZAP+ RESIDENCIAL VENDA +0,36% (01/Fevereiro/2024) | FIPEZAP+ RESIDENCIAL LOCAÇÃO +1,26% (20/Fev/2024) | FIPEZAP+ COMERCIAL VENDA -0,09% (27/02/2024) | IGP-M -052 (28/02/2024) | FIPEZAP+ COMERCIAL LOCAÇÃO +0,66% (27Fev/2024) | IPCA 0,42% (08/Fev/2024) | INCC-M +0,20% (26/Fev/2024) | INCC-DI +0,27% (06/02/2024) | IVAR 4,34% (07/02/2024) |

Mercado imobiliário brasileiro alcança segundo melhor desempenho em 2023 e perspectivas para 2024 são otimistas

Compartilhar a notícia

Publicidade

Foto por Wylkon Cardoso

O ano de 2023 se revelou um marco para o mercado imobiliário brasileiro, registrando o segundo melhor desempenho da série histórica, impulsionado por uma série de fatores promissores. Os números impressionantes revelados pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip) revelam a concessão de R$ 251 bilhões em empréstimos, ficando apenas atrás do recorde estabelecido em 2021.

O grande destaque desse crescimento espetacular foi o notável aumento de 59% nos financiamentos realizados por meio do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), indicando um forte impulso no setor. Com as eleições municipais se aproximando em 2024, tanto o governo federal quanto os estaduais prometem investimentos substanciais em projetos como o Minha Casa, Minha Vida, sinalizando um futuro brilhante para o crédito imobiliário destinado à construção de grandes empreendimentos e habitação popular.

A aprovação do orçamento de R$ 105 bilhões pelo Conselho Curador do FGTS para a habitação popular é uma clara indicação de um cenário positivo, que não só impulsionará o setor imobiliário, mas também contribuirá para a redução do desemprego. Luiz França, presidente da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), enfatiza que, se as atuais condições persistirem, 2024 será mais um ano favorável para a habitação de baixa renda.

Os reflexos desse boom imobiliário se estendem além das transações de imóveis, impactando positivamente as empresas do setor. A consultoria Elos Ayta destaca um crescimento surpreendente de 64,6% no valor das empresas imobiliárias na Bolsa de Valores em 2023, superando significativamente o índice Ibovespa.

A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic) destaca que a alta demanda tem gerado uma necessidade crescente por profissionais qualificados, prevendo um aumento significativo no segundo semestre de 2024. O mercado imobiliário de São Paulo, como o maior do país, também mostra fortalecimento, com a expectativa de entrega de 818 novos empreendimentos em 2024, totalizando 150 mil unidades.

Os números revelam que, de janeiro a outubro de 2023, o mercado imobiliário brasileiro registrou um crescimento notável de 23,5% nas vendas de imóveis novos. Tanto o segmento Médio e Alto Padrão quanto o programa Minha Casa, Minha Vida apresentaram aumentos significativos, indicando um cenário favorável para investimentos em 2024.

Embora o setor de Médio e Alto Padrão tenha registrado uma alta de 12,5% nas unidades comercializadas e 8,7% no valor de vendas, a expectativa para 2024 aponta para um cenário ainda mais otimista. A liberação da demanda reprimida é aguardada como um catalisador para o crescimento do mercado, mas os especialistas alertam para a necessidade de uma redução real nas taxas de juros para sustentar esse ritmo de expansão.

Com a perspectiva de 2024 se apresentar como um ano-chave para o crescimento do mercado imobiliário, a redução nas taxas de financiamento habitacional é apontada como fundamental para atender à crescente demanda da classe média e garantir um progresso sustentável no setor.

Fonte: IstoÉ

___

Fique bem informado sobre o mercado imobiliário através do canal do Portal VGV no WhatsApp. Siga já e receba nosso conteúdo em primeira mão: https://whatsapp.com/channel/0029Va8dBp9LI8YX1F7tpl22

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhar a notícia

Veja mais

Uso do FGTS futuro pode dar um novo impulso no mercado imobiliário, facilitando a aquisição de imóveis e beneficiando empresas ...
Descobertas recentes mostram que os consumidores estão abertos a receber anúncios. No mercado imobiliário, enfrentar desafios de direcionamento e custos ...
Medida visa atender demanda aquecida por financiamento habitacional e estimular crescimento ...
Valorização de Salas e Conjuntos Comerciais Destaca-se em Diversas ...
Publicidade O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) apresentou um incremento de 0,20% em fevereiro, indicando uma ...
Publicidade Agência da Caixa Econômica Federal – Imagem: Reprodução (Internet) Durante uma reunião conduzida pelo SindusCon-SP e Secovi-SP em 22 ...
Segmento de Luxo e Superluxo Impulsiona Mercado Imobiliário da Capital Paulista, Revela Pesquisa Exclusiva da ...
Em 2024, o mercado imobiliário apresenta preços em alta e oferta limitada, desafiando compradores em busca de oportunidades promissoras....
Mercado imobiliário em São Paulo projeta crescimento em 2024 impulsionado por fatores econômicos favoráveis e mudanças ...
Apesar da alta nos descontos, o número de pessoas que planejam comprar um imóvel recuou. A expectativa para o segundo ...

Banca VGV