Logo Grupo VGV horizontal
CONFIRA OS PRINCIPAIS INDICADORES DO MERCADO IMOBILIÁRIO | SELIC 10,50% (08/Maio/2024) | FIPEZAP+ RESIDENCIAL VENDA +0,66% (07/Maio/2024) | FIPEZAP+ RESIDENCIAL LOCAÇÃO +1,38% (21/Maio/2024) | FIPEZAP+ COMERCIAL VENDA +0,02% (23/Abril/2024) | IGP-M 0,31% (29/04/2024) | FIPEZAP+ COMERCIAL LOCAÇÃO +0,63% (23/Abril/2024) | IPCA 0,16% (10/04/2024) | INCC-M +0,59% (27/Mai/2024) | INCC-DI +0,52% (08/Maio/2024) | IVAR +1,40% (07/Maio/2024) |

Fortaleza e região metropolitana registram recorde de R$ 4,7 bilhões em vendas no mercado imobiliário em 2023

Compartilhar a notícia

Crescimento de 18% nas vendas e aumento na oferta de crédito impulsionam o setor, que segue com perspectivas positivas para 2024.

Foto: Francisco Fontenele/Prefeitura de Fortaleza

O ano de 2023 foi marcado por um crescimento expressivo do mercado imobiliário de Fortaleza e Região Metropolitana. Segundo pesquisa divulgada nesta segunda-feira (29) pela Comissão de Pesquisas (CPES) do Sinduscon-CE, o Valor Geral de Vendas (VGV) atingiu a marca histórica de R$ 4,7 bilhões, um aumento de 18% em relação a 2022.

O estudo revela que esse resultado foi impulsionado pela comercialização de 12.096 unidades, sendo 8.050 em Fortaleza e 4.046 na Região Metropolitana. Esse número representa um crescimento de 12% em comparação ao ano anterior.

Lançamentos e tendências

O número de lançamentos também apresentou crescimento, com 98 novos empreendimentos lançados em 2023, totalizando 7.610 unidades. Esse aumento de 3% em relação a 2022 demonstra a confiança do setor na retomada da economia.

De acordo com Sérgio Macedo, presidente da CPES, a expectativa para 2024 é de que o mercado continue crescendo. “A oferta de mais linhas de financiamento pelos bancos e a criação de novos postos de trabalho são fatores que irão impulsionar o setor”, afirma.

O presidente do Sinduscon Ceará, Patriolino Dias de Sousa, destaca que os investimentos públicos também serão importantes para o crescimento do mercado. “A retomada da economia brasileira, os investimentos públicos em infraestrutura e habitação, através do Programa Minha Casa Minha Vida, com a menor taxa de juros da história, são fatores que contribuem para a confiança do consumidor”, pontua.

Segmentos em destaque

O estudo da CPES aponta que os segmentos econômico e médio foram os que mais se destacaram em 2023, com 62% e 28% do VGV total, respectivamente. Os lançamentos de imóveis com até R$ 300 mil também apresentaram crescimento, respondendo por 44% do total de unidades lançadas.

Região Metropolitana em alta

A Região Metropolitana de Fortaleza também apresentou um crescimento significativo em 2023, com um aumento de 24% no VGV em relação a 2022. As cidades de Caucaia, Maracanaú e Eusébio foram as que mais se destacaram, com lançamentos de empreendimentos em diferentes faixas de preço.

Perspectivas positivas

O cenário positivo para o mercado imobiliário em 2024 é reforçado por diversos fatores, como a queda da taxa de juros, a retomada da economia e a crescente demanda por moradia. Com a diversificação de produtos e a oferta de opções para diferentes perfis de compradores, o mercado cearense está preparado para continuar crescendo e aquecendo a economia local.

Fonte: Diário do Nordeste

___

Fique bem informado sobre o mercado imobiliário através do canal do Portal VGV no WhatsApp. Siga já e receba nosso conteúdo em primeira mão: https://whatsapp.com/channel/0029Va8dBp9LI8YX1F7tpl22

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhar a notícia

Assine GRÁTIS e receba nossos conteúdos em seu e-mail

Últimas publicações

Veja mais

Em comparação a igual período em 2023, o INCC-M de maio 2024 registrou grande descompressão, pois a taxa anualizada em ...
Maiores altas de abril do valor pedido pelo aluguel residencial ocorreram em Fortaleza, Brasília, Florianópolis, Salvador e Curitiba ...
O IPCA de Abril de 2024 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) foi de 0,38% e ficou 0,22 ponto percentual ...
O Comitê de Política Monetária do Banco Central - COPOM - decidiu nesta quarta-feira (8 de Maio) amenizar o ritmo ...
Índice que monitora o preço do aluguel residencial, medido pelo IBRE da Fundação Getúlio Vargas, mostrou incremento significativo em Abril. ...
Com discreta aceleração, o último relatório do Índice FipeZAP mostrou que o preço médio de venda de imóveis residenciais subiu ...
Foto por Charles de Luvio No cenário do mercado imobiliário, a observação atenta dos indicadores econômicos é crucial para entender ...
Foto por Scott Blake O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) revelou um panorama interessante para o ...
Foto por All Bong No panorama do mercado imobiliário comercial brasileiro, o último mês de março de 2024 trouxe uma ...
Foto por Amanda Lins O panorama econômico do mercado imobiliário permanece em destaque à medida que os índices econômicos continuam ...

Banca VGV