Logo Grupo VGV horizontal
CONFIRA OS PRINCIPAIS INDICADORES DO MERCADO IMOBILIÁRIO | SELIC 10,50% (19/Junho/2024) | FIPEZAP+ RESIDENCIAL VENDA +0,61% (05/Julho/2024) | FIPEZAP+ RESIDENCIAL LOCAÇÃO +1,25% (20/Junho/2024) | FIPEZAP+ COMERCIAL VENDA +0,10% (22/Junho/2024) | IGP-M 0,81% (27/06/2024) | FIPEZAP+ COMERCIAL LOCAÇÃO +1,11% (26/Junho/2024) | IPCA 0,21% (10/07/2024) | INCC-M +0,93% (22/Junho/2024) | INCC-DI +0,71% (08/Julho/2024) | IVAR +0,61% (05/Julho/2024) |

FGTS e Minha Casa Minha Vida: Crescimento em 2024 com limites e desafios

Compartilhar a notícia

Foto por Flávya Pereira/Money Times

O ano de 2023 foi marcado por uma metamorfose no panorama do mercado imobiliário, impulsionado pela reestruturação do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV). As mudanças implementadas não só facilitaram o acesso à moradia, mas também catalisaram o crescimento do setor, criando um ambiente propício para inovações e desafios no decorrer de 2024.

A reformulação do MCMV, com suas taxas de juros mais baixas e ampliação das faixas de preço, sobretudo elevando os subsídios do grupo 1, desempenhou um papel crucial nesse processo. A Caixa Econômica Federal, principal agente financiador do setor, adotou uma postura proativa ao modernizar métodos de avaliação e estender os prazos de financiamento, alinhando-se à dinâmica positiva estabelecida pelo governo.

Além disso, programas locais, como o Casa Fácil no Paraná, surgiram como modelos exemplares para outras regiões do país, demonstrando a eficácia das iniciativas regionais em impulsionar ainda mais o mercado.

No entanto, apesar dos recordes históricos no número total de contratações do MCMV via FGTS, desafios persistem. A preocupação com o orçamento disponível e as possíveis consequências da indisponibilidade de capital ao longo do ano é uma realidade a ser enfrentada. Outra questão crucial é a possível correção anual da inflação para as diferentes faixas de renda em cada grupo do programa, que necessita de atenção para garantir a sustentabilidade a longo prazo.

Uma das contribuições mais significativas para o mercado em 2024 é o ‘FGTS Futuro‘, uma medida destinada a facilitar a compra da casa própria através da utilização de depósitos futuros na composição de renda. Prevista para entrar em vigor nos primeiros meses do ano, essa iniciativa visa aumentar a capacidade de financiamento, especialmente para famílias do grupo 1 do programa habitacional.

A expectativa de crescimento é palpável, com empresas como a MRV projetando um aumento significativo no lançamento de novos empreendimentos para este ano. O mercado de habitação econômica volta a ser atrativo, impulsionando não apenas o setor imobiliário, mas também gerando empregos, urbanização e melhorias sociais.

Entretanto, o dinamismo do mercado estará intrinsecamente ligado à capacidade de financiamento pelo FGTS. Portanto, a variável chave que delineará os limites desse crescimento será a disponibilidade de recursos financeiros e a capacidade de adaptação às mudanças no cenário econômico e regulatório. O mercado imobiliário em 2024 promete ser um campo de inovação e desafios, onde a colaboração entre setor público e privado será essencial para impulsionar o desenvolvimento sustentável do país.

Redação VGV com informações do Estado de S.Paulo

___

Acelere sua Carreira no Mercado Imobiliário com a Banca VGV!

A Banca VGV é a plataforma oficial de vendas dos produtos educacionais do Grupo VGV, sua fonte de conhecimento indispensável para se destacar no mercado imobiliário.

Mais do que uma livraria:

Aqui você encontra livros, cursos, planilhas e muito mais para tornar você em um profissional Acima da Média. Explore as soluções personalizadas para:

  • Corretores de Imóveis: Aprimore suas habilidades, domine as técnicas de venda e feche mais negócios.
  • Imobiliárias: Aumente a rentabilidade do seu negócio com estratégias de gestão e marketing eficazes.
  • Investidores: Inove em seus projetos e processos para se destacar da concorrência.
  • Incorporadoras: Lance empreendimentos de sucesso com base em estudos de mercado e viabilidade.

2 respostas

    1. Olá, Afonso! A Revista VGV está temporariamente suspensa pois estamos dando prioridade a alguns novos projetos de conteúdo em formato audiovisual. Em breve iremos retomá-la. Fique atento às nossas redes sociais para saber de todas as novidades. Grande abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhar a notícia

Veja mais

O Índice de Variação de Aluguéis Residenciais (IVAR) de junho de 2024 apresentou um aumento de aluguéis residenciais em 0,61%, marcando uma ...
Cidades que lideraram valorização dos preços de locação de imóveis comerciais em maio incluíram Rio de Janeiro, Campinas, Florianópolis e ...
O Índice de Variação de Aluguéis Residenciais (IVAR) de maio de 2024 registrou variação de 0,21%, representando uma desaceleração em relação à ...
Entre as capitais, maiores altas dos preços dos imóveis residenciais ocorreram em Curitiba, Goiânia, Maceió, Salvador e ...
Valorização do valor do aluguel comercial também abrangeu preços de venda, que apresentaram a maior variação desde ...
Em comparação a igual período em 2023, o INCC-M de maio 2024 registrou grande descompressão, pois a taxa anualizada em ...
Maiores altas de abril do valor pedido pelo aluguel residencial ocorreram em Fortaleza, Brasília, Florianópolis, Salvador e Curitiba ...
O IPCA de Abril de 2024 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) foi de 0,38% e ficou 0,22 ponto percentual ...
O Comitê de Política Monetária do Banco Central - COPOM - decidiu nesta quarta-feira (8 de Maio) amenizar o ritmo ...
Índice que monitora o preço do aluguel residencial, medido pelo IBRE da Fundação Getúlio Vargas, mostrou incremento significativo em Abril. ...

Banca VGV

treinamento para

incorporadoras
e construtoras

Nova turma

24 de julho de 2024

São Paulo

PROFISSIONALIZE SEUS LANÇAMENTOS IMOBILIÁRIOS E ATINJA A MÁXIMA RENTABILIDADE