Logo Grupo VGV horizontal
CONFIRA OS PRINCIPAIS INDICADORES DO MERCADO IMOBILIÁRIO | SELIC 10,75% (20/03/2024) | FIPEZAP+ RESIDENCIAL VENDA +0,64% (04/Abril/2024) | FIPEZAP+ RESIDENCIAL LOCAÇÃO +1,16% (16/Abril/2024) | FIPEZAP+ COMERCIAL VENDA +0,07% (22/03/2024) | IGP-M -0,47% (27/03/2024) | FIPEZAP+ COMERCIAL LOCAÇÃO +0,73% (22/Mar/2024) | IPCA 0,16% (10/04/2024) | INCC-M +0,24% (25/Mar/2024) | INCC-DI +0,28% (05/04/2024) | IVAR 1,06% (04/04/2024) |

30 Milhões de Imóveis até 2030: Como a tecnologia e a integração da cadeia vão tornar isso possível

Compartilhar a notícia

Construção civil brasileira: tecnologia e integração da cadeia são a chave para atender à demanda de 30 milhões de imóveis até 2030.
30 Milhões de Imóveis até 2030: Como a tecnologia e a integração da cadeia vão tornar isso possível

No horizonte da construção civil brasileira, a promessa de erguer 30 milhões de novos imóveis até 2030 se torna um desafio possível graças à revolução digital e à integração da cadeia de produção. Em um setor historicamente conhecido por sua baixa digitalização e modelos tradicionais, o impulso da tecnologia emerge como catalisador para transformações significativas.

A complexidade inerente ao mercado, com sua atuação fragmentada e regionalizada, é o ponto de partida para entender os desafios que permeiam a construção civil. A falta de integração, evidente tanto nos canteiros quanto nos processos de supply e transações financeiras, revela a urgência de uma mudança de paradigma.

A duração média de 36 meses no ciclo produtivo da incorporação imobiliária, somada aos ciclos longos e burocráticos, destaca a necessidade premente de acelerar os processos. Contudo, um dos obstáculos mais significativos é o atraso na transformação digital, identificado como um dos setores com menor nível de digitalização desde a década de 1960.

A construção civil, responsável por resolver desafios complexos e impactar infraestruturas de comunidades inteiras, está diante de uma encruzilhada. Enquanto outras indústrias avançam com eficiência e produtividade, o setor da construção ainda opera em moldes antigos.

A pandemia, apesar dos desafios, acelerou a busca por soluções inovadoras. O crescimento de 6,9% no PIB da construção civil em 2022 e a abertura de mais de 243 mil vagas formais nos primeiros dez meses de 2023 reforçam a vitalidade do setor. As projeções da Abrainc indicam uma demanda futura de 30 milhões de novos imóveis até 2030, alinhando-se à tendência global de urbanização, onde 68% da população mundial viverá em áreas urbanas até 2050.

A tecnologia surge como uma peça fundamental nesse quebra-cabeça, sendo a integração da cadeia o segredo para o sucesso. Empresas que adotaram soluções digitais em todas as etapas da construção comprovaram resultados impressionantes: uma economia de até 34% no metro quadrado construído, prazos de entrega 21% mais curtos e uma agilidade surpreendente na assinatura de documentos.

Ao combinar tecnologia e integração da cadeia, a construção civil brasileira delineia um caminho mais eficiente e promissor. A atuação cíclica, onde a construção impulsiona a tecnologia e vice-versa, redefine a produtividade do setor, promovendo uma abordagem mais estratégica e inteligente. O futuro da construção civil no Brasil se revela, assim, como uma história de transformação digital e progresso, deixando para trás métodos obsoletos e abraçando um terreno fértil de oportunidades.

Fonte: Época Negócios

___

Fique bem informado sobre o mercado imobiliário através do canal do Portal VGV no WhatsApp. Siga já e receba nosso conteúdo em primeira mão: https://whatsapp.com/channel/0029Va8dBp9LI8YX1F7tpl22

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhar a notícia

Veja mais

Foto por Pedro Ribeiro Segundo o Índice FipeZap, os preços de locação residencial no Brasil tiveram um aumento significativo de ...
O mercado imobiliário de São Paulo apresentou quase 16 mil transações de compra e venda de imóveis em Janeiro deste ...
Veja todas as regras do FGTS futuro e saiba os detalhes de como ele funciona nos financiamentos imobiliários ...
O estudo indica que o faturamento deflacionado das indústrias de materiais de construção apresentou crescimento de 2,8% no acumulado até ...
Será que podemos ter um novo boom imobiliário no Brasil? Dados recentes apontam venda recorde de novos imóveis, demanda por ...
Foto por Davi Costa No último mês de março, os índices de inflação no Brasil, tanto o IPCA (Índice Nacional ...
Ao mesmo tempo em que vive um bom momento de vendas, setor imobiliário precisa lidar com um entrave: a falta ...
O Índice Nacional de Custo da Construção – Disponibilidade Interna (INCC-DI), calculado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), é um dos ...
Foto por Leohoho O Índice de Variação de Aluguéis Residenciais (IVAR) registrou um aumento de 1,06% em março de 2024, ...
Foto por Alex Caceres O mercado imobiliário brasileiro continua a apresentar sinais de dinamismo, com o Índice FipeZAP registrando um ...

Banca VGV