Logo Grupo VGV horizontal
CONFIRA OS PRINCIPAIS INDICADORES DO MERCADO IMOBILIÁRIO | SELIC 10,75% (20/03/2024) | FIPEZAP+ RESIDENCIAL VENDA +0,64% (04/Abril/2024) | FIPEZAP+ RESIDENCIAL LOCAÇÃO +1,16% (16/Abril/2024) | FIPEZAP+ COMERCIAL VENDA +0,07% (22/03/2024) | IGP-M -0,47% (27/03/2024) | FIPEZAP+ COMERCIAL LOCAÇÃO +0,73% (22/Mar/2024) | IPCA 0,16% (10/04/2024) | INCC-M +0,24% (25/Mar/2024) | INCC-DI +0,28% (05/04/2024) | IVAR 1,06% (04/04/2024) |

São Paulo registra crescimento de 40% nas vendas de imóveis de alto padrão em 2023

Compartilhar a notícia

Segmento de Luxo e Superluxo Impulsiona Mercado Imobiliário da Capital Paulista, Revela Pesquisa Exclusiva da Forbes

Foto por Booking

O mercado imobiliário de São Paulo está experimentando um fenômeno notável: um crescimento exponencial nas vendas de imóveis de luxo e superluxo. De acordo com um levantamento realizado pela consultoria Brain e compartilhado com a Forbes, as vendas dessas propriedades de alto padrão dispararam 40% em 2023, impulsionando o Valor Geral de Vendas (VGV) em 21%.

O ritmo frenético do setor é evidente em toda a cidade, com novos empreendimentos surgindo rapidamente e a demanda acompanhando esse crescimento. Não se trata apenas de moradias amplas, mas de projetos arrojados, design sofisticado e uma gama de serviços que redefinem o conceito de luxo residencial.

Fábio Tadeu Araújo, CEO da Brain, destaca a resiliência surpreendente do mercado de alto padrão, mesmo diante de desafios como taxas de juros persistentemente elevadas. “As vendas de empreendimentos de padrão mais elevado foram bastante resilientes”, afirma Araújo. Ele observa que essa demanda é impulsionada não apenas por compradores tradicionais, mas também por um novo público, incluindo jovens profissionais que ascendem em suas carreiras e têm acesso a esse mercado.

Álvaro Marco Coelho da Fonseca, diretor da imobiliária Coelho da Fonseca, corrobora essa observação, ressaltando que a expansão de setores como o financeiro e as startups tem contribuído para uma base de clientes mais jovem e diversificada no segmento de luxo.

O cenário para 2024 parece promissor, não apenas em São Paulo, mas em todo o país. Araújo prevê que o mercado de luxo ganhará ainda mais destaque e se expandirá para além das grandes capitais, alcançando cidades do interior. Ele destaca a diversificação nos tamanhos e nos tipos de projetos como uma tendência importante para os próximos anos.

Em âmbito nacional, os números impressionam: as vendas de imóveis de luxo cresceram 32,9% em 2023, com um VGV totalizando R$ 35 bilhões. A região Centro-Oeste se destaca pela valorização dos imóveis, enquanto a região Norte registra a maior alta no preço do metro quadrado médio dos imóveis de superluxo.

Redação VGV com informações da Forbes

___

Acelere sua Carreira no Mercado Imobiliário com a Banca VGV!

A Banca VGV é a plataforma oficial de vendas dos produtos educacionais do Grupo VGV, sua fonte de conhecimento indispensável para se destacar no mercado imobiliário.

Mais do que uma livraria:

Aqui você encontra livros, cursos, planilhas e muito mais para tornar você em um profissional Acima da Média. Explore as soluções personalizadas para:

  • Corretores de Imóveis: Aprimore suas habilidades, domine as técnicas de venda e feche mais negócios.
  • Imobiliárias: Aumente a rentabilidade do seu negócio com estratégias de gestão e marketing eficazes.
  • Investidores: Inove em seus projetos e processos para se destacar da concorrência.
  • Incorporadoras: Lance empreendimentos de sucesso com base em estudos de mercado e viabilidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhar a notícia

Veja mais

Foto por Pedro Ribeiro Segundo o Índice FipeZap, os preços de locação residencial no Brasil tiveram um aumento significativo de ...
O mercado imobiliário de São Paulo apresentou quase 16 mil transações de compra e venda de imóveis em Janeiro deste ...
Veja todas as regras do FGTS futuro e saiba os detalhes de como ele funciona nos financiamentos imobiliários ...
O estudo indica que o faturamento deflacionado das indústrias de materiais de construção apresentou crescimento de 2,8% no acumulado até ...
Será que podemos ter um novo boom imobiliário no Brasil? Dados recentes apontam venda recorde de novos imóveis, demanda por ...
Foto por Davi Costa No último mês de março, os índices de inflação no Brasil, tanto o IPCA (Índice Nacional ...
Ao mesmo tempo em que vive um bom momento de vendas, setor imobiliário precisa lidar com um entrave: a falta ...
O Índice Nacional de Custo da Construção – Disponibilidade Interna (INCC-DI), calculado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), é um dos ...
Foto por Leohoho O Índice de Variação de Aluguéis Residenciais (IVAR) registrou um aumento de 1,06% em março de 2024, ...
Foto por Alex Caceres O mercado imobiliário brasileiro continua a apresentar sinais de dinamismo, com o Índice FipeZAP registrando um ...

Banca VGV