Logo Grupo VGV horizontal
CONFIRA OS PRINCIPAIS INDICADORES DO MERCADO IMOBILIÁRIO | SELIC 10,50% (19/Junho/2024) | FIPEZAP+ RESIDENCIAL VENDA +0,61% (05/Julho/2024) | FIPEZAP+ RESIDENCIAL LOCAÇÃO +1,25% (20/Junho/2024) | FIPEZAP+ COMERCIAL VENDA +0,10% (22/Junho/2024) | IGP-M 0,81% (27/06/2024) | FIPEZAP+ COMERCIAL LOCAÇÃO +1,11% (26/Junho/2024) | IPCA 0,21% (10/07/2024) | INCC-M +0,93% (22/Junho/2024) | INCC-DI +0,71% (08/Julho/2024) | IVAR +0,61% (05/Julho/2024) |

Pesquisa revela: 37% da geração Z quer comprar imóvel!

Compartilhar a notícia

A geração Z, composta por indivíduos nascidos entre 1995 e 2010, está ingressando no mercado imobiliário com força total, contrariando a fama de desapego e priorização da experiência em detrimento da posse. Segundo pesquisa da Brain Inteligência Estratégica, 37% dos jovens entre 21 e 26 anos desejam comprar um imóvel, impulsionados pelo sonho da casa própria, a busca por independência da casa dos pais e a necessidade de constituir família.

Sustentabilidade e tecnologia: as prioridades da geração Z

Para atender às expectativas desse público exigente, as construtoras estão adaptando seus projetos. A sustentabilidade e a tecnologia se destacam como prioridades para a geração Z. Iniciativas como preservação de áreas verdes, coleta seletiva de lixo e economia de água ganham destaque, assim como a integração de soluções inteligentes, como automação residencial e conectividade de alta velocidade.

Imóveis compactos e bem localizados: a escolha ideal

Os jovens preferem imóveis compactos e funcionais, geralmente em empreendimentos de médio padrão. Studios e apartamentos de um quarto são os mais procurados, principalmente por aqueles que estão saindo da casa dos pais. A localização também é crucial, com prioridade para áreas bem servidas por transporte público, comércio e serviços essenciais.

Lazer e qualidade de vida: diferenciais que atraem a geração Z

Para conquistar a geração Z, as construtoras investem em áreas de lazer completas e bem equipadas, com foco em atividades que promovam a interação entre os moradores. Academias, espaços de coworking, quadras esportivas e áreas gourmet são alguns exemplos. A preocupação com a saúde e o bem-estar também se reflete na busca por espaços verdes e áreas de convivência ao ar livre.

Desafios para o mercado imobiliário: adaptação e atualização constante

Atender às demandas da geração Z exige constante atualização das construtoras. As preferências e comportamentos desse público mudam rapidamente, o que exige um olhar atento às tendências do momento. Projetos com espaços que promovam a interação social, a sustentabilidade e a conectividade serão os mais atrativos para essa geração.

Planejamento a longo prazo: antecipando as necessidades do futuro

O longo tempo de maturação dos projetos imobiliários, de cinco a seis anos em média, torna crucial a capacidade de antecipar as necessidades do futuro. As construtoras que desejam se destacar nesse mercado precisam estar atentas às mudanças sociais e tecnológicas e investir em soluções inovadoras que atendam às expectativas da geração Z.

A entrada da geração Z no mercado imobiliário representa uma oportunidade para as construtoras se reinventarem e adaptarem seus produtos às necessidades de um público conectado, exigente e ávido por experiências personalizadas. A atenção à sustentabilidade, à tecnologia, à localização e à qualidade de vida será fundamental para conquistar esse público e garantir o sucesso dos empreendimentos futuros.

Redação VGV com informações do Extra Globo

___

Fique bem informado sobre o mercado imobiliário através do canal do Portal VGV no WhatsApp. Siga já e receba nosso conteúdo em primeira mão: https://whatsapp.com/channel/0029Va8dBp9LI8YX1F7tpl22

2 respostas

  1. Desde que conheci o grupo VGV em 2017 num Congresso em Cabo Frio, não deixo mais de acompanha-los e me atualizar sobre tudo o que envolve o mercado imobiliário. O trabalho de vocês em prol do setor é simplesmente fantástico, preciso, 100% informativo e sempre trazendo as novidades sobre o mercado.
    Parabéns pelo excelente trabalho e por agregar tanto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhar a notícia

Veja mais

O Índice de Variação de Aluguéis Residenciais (IVAR) de junho de 2024 apresentou um aumento de aluguéis residenciais em 0,61%, marcando uma ...
Cidades que lideraram valorização dos preços de locação de imóveis comerciais em maio incluíram Rio de Janeiro, Campinas, Florianópolis e ...
O Índice de Variação de Aluguéis Residenciais (IVAR) de maio de 2024 registrou variação de 0,21%, representando uma desaceleração em relação à ...
Entre as capitais, maiores altas dos preços dos imóveis residenciais ocorreram em Curitiba, Goiânia, Maceió, Salvador e ...
Valorização do valor do aluguel comercial também abrangeu preços de venda, que apresentaram a maior variação desde ...
Em comparação a igual período em 2023, o INCC-M de maio 2024 registrou grande descompressão, pois a taxa anualizada em ...
Maiores altas de abril do valor pedido pelo aluguel residencial ocorreram em Fortaleza, Brasília, Florianópolis, Salvador e Curitiba ...
O IPCA de Abril de 2024 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) foi de 0,38% e ficou 0,22 ponto percentual ...
O Comitê de Política Monetária do Banco Central - COPOM - decidiu nesta quarta-feira (8 de Maio) amenizar o ritmo ...
Índice que monitora o preço do aluguel residencial, medido pelo IBRE da Fundação Getúlio Vargas, mostrou incremento significativo em Abril. ...

Banca VGV

treinamento para

incorporadoras
e construtoras

Nova turma

24 de julho de 2024

São Paulo

PROFISSIONALIZE SEUS LANÇAMENTOS IMOBILIÁRIOS E ATINJA A MÁXIMA RENTABILIDADE