Logo Grupo VGV horizontal
CONFIRA OS PRINCIPAIS INDICADORES DO MERCADO IMOBILIÁRIO | SELIC 10,75% (20/03/2024) | FIPEZAP+ RESIDENCIAL VENDA +0,64% (04/Abril/2024) | FIPEZAP+ RESIDENCIAL LOCAÇÃO +1,16% (16/Abril/2024) | FIPEZAP+ COMERCIAL VENDA +0,07% (22/03/2024) | IGP-M -0,47% (27/03/2024) | FIPEZAP+ COMERCIAL LOCAÇÃO +0,73% (22/Mar/2024) | IPCA 0,16% (10/04/2024) | INCC-M +0,24% (25/Mar/2024) | INCC-DI +0,28% (05/04/2024) | IVAR 1,06% (04/04/2024) |

Custo de construção segue estável, mas construtoras precisam estar atentas

Compartilhar a notícia

Embora o custo de construção esteja estável, recentes tentativas de reajustes sugerem um ponto de atenção para construtoras e incorporadoras. Confira nesta análise do FOCO VGV, com Christiane Pelajo.

Embora o custo de construção esteja estável, recentes tentativas de reajustes sugerem um ponto de atenção para construtoras e incorporadoras. Confira nesta análise do FOCO VGV, com Christiane Pelajo.

Se você atua no setor imobiliário, com certeza deve se lembrar da época da pandemia, em que houve uma verdadeira disparada nos preços dos materiais de construção, consequência da alta das commodities e do desabastecimento da cadeia global de suprimentos. Um momento traumático para muitas empresas. Felizmente esse momento foi superado e já faz um bom tempo que estamos em um cenário muito mais estável.

Conforme podemos ver aqui com dados do Boletim VGV, o INCC vem registrando uma correção muito pequena no acumulado dos últimos 12 meses, inclusive inferior à inflação medida no período pelo IPCA:

Custo de construção segue estável

Porém, mesmo com essa estabilidade, recentemente alguns fornecedores de insumos e serviços – mais precisamente da cadeia produtiva de cimento e concreto – itens que são essenciais em uma obra – parece que vêm tentando reajustar seus preços com percentuais acima da média de reajuste do mercado. Lembrando que estes itens são comprados em larga escala por construtoras, principalmente nas fases iniciais das construções.

Temos recebido relatos de algumas construtoras, especialmente na região metropolitana de São Paulo, informando que estão recebendo cartas de reajuste de fornecedores, apenas citando “equilíbrio de custos internos e externos”.

Para entender um pouco melhor este cenário, o Portal VGV foi conversar com Julio Diaz, presidente da Associação dos Construtores, Imobiliárias e Administradoras do Grande ABC, uma entidade de classe que representa o setor produtivo em um bloco de 7 cidades do estado de São Paulo. Julio explica os fatores que estão motivando algumas empresas tentarem reajustes “na casa dos 10%” e a saída encontrada pelas construtoras para negociação.

Visando aprofundar neste tema, a jornalista Christiane Pelajo também conversou com André Pretti, que é o CEO da Construtora Mivita, empresa com atuação na cidade de Vitória-ES. André deu dicas valiosas sobre como as construtoras e incorporadoras podem se blindar contra eventuais aumentos e enfatizou a importância de uma boa gestão de fluxo de caixa nas obras para garantir a sustentabilidade financeira da operação.

O resultado final desta análise está completo no FOCO VGV, que você pode assistir logo abaixo:

Custos de construção seguem estáveis

Conforme pudemos ver, por enquanto a inflação de uma forma geral está sob controle e os custos de construção seguem estáveis. Mas é importante ficar de olho.

O Portal VGV monitora vários indicadores do setor imobiliário todos os meses, inclusive os índices de custo da construção, e envia quinzenalmente por e-mail. Se você quiser receber, é só se inscrever gratuitamente no Boletim Foco VGV.

Este foi mais um conteúdo do FOCO VGV, nosso bate-papo quinzenal conduzido por Christiane Pelajo aqui no canal do Portal VGV com os itens mais atuais do mercado imobiliário. Se você não quer perder nenhuma informação importante, aproveita para se inscrever no nosso canal do YouTube e ativar as notificações, porque tem muita coisa boa vindo por aí.

Jornalista Christiane Pelajo
Jornalista Christiane Pelajo é a nova apresentadora do Portal VGV

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhar a notícia

Veja mais

Foto por Pedro Ribeiro Segundo o Índice FipeZap, os preços de locação residencial no Brasil tiveram um aumento significativo de ...
O mercado imobiliário de São Paulo apresentou quase 16 mil transações de compra e venda de imóveis em Janeiro deste ...
Veja todas as regras do FGTS futuro e saiba os detalhes de como ele funciona nos financiamentos imobiliários ...
O estudo indica que o faturamento deflacionado das indústrias de materiais de construção apresentou crescimento de 2,8% no acumulado até ...
Será que podemos ter um novo boom imobiliário no Brasil? Dados recentes apontam venda recorde de novos imóveis, demanda por ...
Foto por Davi Costa No último mês de março, os índices de inflação no Brasil, tanto o IPCA (Índice Nacional ...
Ao mesmo tempo em que vive um bom momento de vendas, setor imobiliário precisa lidar com um entrave: a falta ...
O Índice Nacional de Custo da Construção – Disponibilidade Interna (INCC-DI), calculado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), é um dos ...
Foto por Leohoho O Índice de Variação de Aluguéis Residenciais (IVAR) registrou um aumento de 1,06% em março de 2024, ...
Foto por Alex Caceres O mercado imobiliário brasileiro continua a apresentar sinais de dinamismo, com o Índice FipeZAP registrando um ...

Banca VGV