Caixa ultrapassa contratação habitacional de 2008


Caixa ultrapassa contratação habitacional de 2008

Financiamento recorde já beneficiou mais de 453 mil famílias; banco espera emprestar mais de R$ 39 bilhões até o fim do ano

A Caixa Econômica Federal bateu, em agosto, recorde histórico de contratação habitacional superando todo o volume emprestado em 2008. Até o dia 12, os créditos já somam R$ 23,2 bilhões, ante os R$ 23 bilhões realizados durante todo o ano passado. Os recursos beneficiaram 455.156 famílias de todo o país. Em comparação com o mesmo período do ano passado, o crescimento foi de 88% (R$ 12,3 bilhões).

Os financiamentos que utilizam recursos do FGTS somam R$ 10,1 bilhões, o que corresponde a 166.713 contratos. Já com recursos do SBPE, os empréstimos alcançaram a marca de R$ 12 bilhões em 268.635 contratos. O investimento da CAIXA no setor da construção civil garantiu a geração de mais de 2 milhões de empregos e beneficiou cerca de 1,8 milhão de pessoas em todo país.

"No começo desse ano, a média de contratação era de R$ 93 milhões por dia útil, o que representava 2.096 contratos. Em agosto, chegamos a R$ 223 milhões ao dia, com 3.289 contratos", destaca o vice-presidente de Governo do banco, Jorge Hereda. Até o fim do ano, a CAIXA espera emprestar mais de R$ 39 bilhões, superando todas as expectativas do setor no início de 2009.

O bom momento do setor também influenciou as contratações realizadas dentro do Programa "Minha Casa, Minha Vida" lançado no dia 13 de abril. Em quatro meses, a CAIXA já recebeu 1.312 propostas, o que corresponde a 255 mil moradias. Do total de propostas recebidas, 494 já estão com a análise concluída e representa 90 mil unidades. A instituição contratou 204 empreendimentos, que beneficiarão 32.207 famílias em todo país, no valor total de R$ 2,04 bilhões.

No semestre
Somente nos seis primeiros meses do ano, os empréstimos concedidos chegaram a R$ 17,4 bilhões, o que corresponde a 351 mil unidades e aumento de 90% frente igual período do ano passado. O saldo da carteira habitacional atingiu R$ 55 bilhões ao final do primeiro semestre, valor 71,2% maior que aquele observado no mesmo período do ano anterior.

Uma das mais importantes fontes de financiamento habitacional, as linhas que utilizam recursos do FGTS tiveram contratos no valor de R$ 7,7 bilhões, incluindo os subsídios, o que representa um crescimento de 44,2% em relação ao mesmo período de 2008, beneficiando mais de 500 mil pessoas, especialmente as de menor renda.

As operações de saneamento e infraestrutura no semestre aumentaram 58,1% em relação ao mesmo período de 2008, alcançando saldo de R$ 6,8 bilhões. As liberações registraram o valor de quase R$ 4 bilhões, com destaque para as contratações com recursos do BNDES, de R$ 3,2 bilhões.

Comentários


Próximo evento

Semana da Incorporação Imobiliária

Conheça todas as etapas para realizar uma incorporação imobiliária

Faltam:

Garanta Aqui

CONFIRA AS EDIÇÕES ANTERIORES

Saiba como foi

BANCA VGV

Fique atualizado com o melhor da central de conhecimento do mercado imobiliário! Conheça cursos exclusivos e as melhores publicações do setor.

Confira a banca completa

Patrocínio Institucional