Hello world!

Procura por alugueis de imóveis tem alta em Roraima, segundo CRECI


A busca por aluguéis de imóveis cresceu 40% em 2019 em relação ao mesmo período de 2018 no Estado. A informação é do delegado do Creci-RR (Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Roraima), Reginaldo Lima. Cerca de 10% a mais que no ano de 2018 em relação a 2017, que apontou crescimento de 30%.


Ele creditou este aumento a uma série de fatores, entre eles a vinda de pessoas ligadas às ONGs devido à ajuda humanitária da imigração dos venezuelanos, o anúncio de vinda de empresas de energia alternativa para o Estado e a realização de concursos públicos. Além do fato de Boa Vista ser uma cidade universitária, que atrai estudantes dos municípios do interior e de outros estados.


“É comum os pais que moram nos municípios do interior alugar casas para os filhos estudarem na capital e houve um crescimento de procura depois que começou o curso de medicina na UERR”, disse.  


Outro fator que, segundo ele, faz o estado manter o setor de locação estar sempre aquecido, principalmente no início de cada ano e nos meses de julho e agosto, é quando acontece a troca de militares que são transferidos para Roraima.


Porém, por outro lado, Reginaldo Lima disse que os fatores que fazem as pessoas procurarem as corretoras para vender ou alugar o imóvel, se dá, em sua maioria, devido a pessoa estar saindo de Roraima.  


“Ao sair de Roraima e voltar para seus estados de origem, as pessoas procuram uma empresa credenciada no Creci para vender seu imóvel e muitas vezes acabam por alugar, devido a procura por aluguel ser bem maior”, afirmou.   


“Isso aconteceu com maior frequência no momento de crise econômica em 2018, não só em Roraima, mas em todo Brasil”, disse. “Porém, como em Roraima existe uma grande demanda e pouca oferta, isso encarece o imóvel, tanto para alugar com para vender. Para se ter uma ideia temos uma média de procura de quatro a seis pessoas por dia em busca de aluguel na minha empresa, que é a média das outras boas empresas de  Boa Vista também. Isso dá uma média de 180 pessoa por mês buscando alugar imóveis em Boa Vista”, disse.     


Em relação à procura pela aquisição de imóveis, o delegado do Creci/RR afirmou que o Estado também demonstra retomada de crescimento este ano e que a procura média é de dez a 15 pessoas, por mês, nos escritórios, e o mesmo nas demais imobiliárias.  


 “Apenas uma pequena parte de imigrantes procura alugar imóveis em corretoras, isso devido ao custo de aluguel ser mais em conta e à falta de documentos para formalizar o contrato”, disse.


Já a empresária do ramo imobiliário Laura Dutra confirmou o que disse Reginaldo Lima, em relação à baixa procura de aluguéis de casas pelos imigrantes, mas ressaltou que acompanha o setor de aluguéis de pequenas instâncias na capital e relatou o aumento de aluguéis neste nicho do mercado imobiliário.    


“Há uma procura muito grande de imigrantes de pequenos imóveis, como as instâncias. Isso devido ao baixo valor e que não entra nas estatísticas do Creci, por ser tratado diretamente com o dono do imóvel”, disse.


Ela destacou esse tipo de modalidade cresceu bastante nos bairros Asa Branca, Buritis, Cambará, Pintolândia, Caranã, Jardim Floresta e Bairro dos Estados.     


“Conheço vilas de apartamentos que estavam fechadas e que voltaram a funcionar depois do aumento da imigração”, disse. “Algumas pessoas, donas destas vilas, nos procuraram para ter informações de como proceder com essa nova clientela de imigrantes”, disse. 


Fonte: https://folhabv.com.br/noticia/CIDADES/Capital/Alugueis-de-imoveis-tiveram-crescimento-de-40---aponta-Conselho/62530


Portal VGV

Portal VGV

Comentários


Próximo evento

Congresso do Mercado Imobiliário do Mato Grosso do Sul

O mercado imobiliário pós-retomada econômica

Faltam:

Garanta Aqui

CONFIRA AS EDIÇÕES ANTERIORES

Saiba como foi

BANCA VGV


Adquira guias completos do mercado imobiliário da sua região. Tenha em suas mãos tudo o que precisa para vender mais.


saiba mais

Patrocínio Institucional