NEWSLETTER    RECEBA SEMPRE EM PRIMEIRA MÃO NOSSO CONTEÚDO

Hello world!

Pedro Guimarães toma posse como presidente da CAIXA


Em solenidade no Palácio do Planalto, novo presidente destacou metas de expansão do financiamento imobiliário e microcrédito. Banco também deve ampliar o consignado e investimentos em infraestrutura


O novo presidente da CAIXA, Pedro Guimarães, tomou posse no dia 07 de janeiro em solenidade no Palácio do Planalto. No discurso de posse, ele afirmou que terá como metas ampliar o microcrédito e o atendimento a comunidades carentes, vender ativos para que a instituição continue a crescer no mercado imobiliário e pagar dívidas via venda de participações em empresas controladas pelo conglomerado.


Guimarães exaltou o tamanho da CAIXA e disse ter muito orgulho de presidir a instituição. “A CAIXA é uma nação. É o quinto maior banco do mundo com 93 milhões de clientes. Se fosse um país, seria o 15° país do mundo. É o maior banco do Brasil e da América Latina”, afirmou.


Guimarães informou que dedicará os fins de semana a visitar todos os estados brasileiros e ouvir a população. “Nas próximas 27, 30 semanas, estaremos sábado e domingo em cada um dos estados do Brasil. O primeiro estado vai ser Roraima, o segundo estado vai ser o Amazonas. Quero ouvir das pessoas o que elas pensam da CAIXA. No sábado, nós vamos falar com os clientes, e no domingo, vamos ouvir as comunidades carentes”, detalhou.



2019-01-07_posse-presidente-pedro-guimaraes-interna-02 II.jpg

Metas 

As metas destacadas pelo presidente na posse foram o financiamento imobiliário, o microcrédito, o consignado e a infraestrutura. Para Pedro Guimarãoes, "o foco número um da CAIXA é atender às pessoas carentes e às menores empresas", e por isso, as atividades essenciais do banco serão voltadas para esse público.


O banco atuará em prol das comunidades carentes e vai ampliar a atuação na região amazônica. “Nosso foco serão as comunidades carentes onde podemos ter um impacto relevante com uso mínimo de recursos. Um exemplo: existem dois barcos da CAIXA que atendem comunidades carentes na região amazônica, em locais que não têm água, luz, esgoto, onde as pessoas morrem de fome”, disse. Segundo o presidente, esse número poderá ser ampliado para três ou quatro agências-barco. 


Para o micro e pequeno empreendedor, o banco vai ampliar o microcrédito. “Eu não me conformo de ter pessoas tomando dinheiro a 15%, 20%, 22% ao mês. Tenho certeza que ninguém se conforma. O Brasil pode ser um diferencial no microcrédito”, disse Guimarães.  Segundo o presidente, a CAIXA vai estabelecer parcerias com o Banco do Nordeste e o Banco do Brasil nas operações de microcrédito. 


Guimarães afirmou ainda que vai trabalhar, via securitização no mercado financeiro, para que a instituição continue a crescer no mercado imobiliário. “É fundamental discutir mais profundamente a área de habitação, que é o coração da CAIXA, e hoje em dia, com R$ 500 bilhões, falta funding. Via mercado de capitais, vamos vender de R$ 50 a R$ 100 bilhões para a CAIXA poder continuar a ofertar esse crédito”, explicou.


Durante a cerimônia, o novo presidente disse que a CAIXA tem R$ 40 bilhões em dívidas em Instrumento Híbrido de Capital e Dívida (IHCD) e que ela será paga via a venda de participações em empresas controladas pelo banco. "Temos quatro anos para pagar e nós faremos isso via venda de participações em empresas controladas: seguros, cartões, asset e loterias, e já começa agora, pelo menos duas, esse ano”, afirmou Guimarães.


 2019-01-07_posse-presidente-pedro-guimaraes-interna-01.jpg

Sobre o presidente 


Natural do Rio de Janeiro, Pedro Guimarães é Ph.D. em Economia pela University of Rochester, mestre em Economia pela FGV/RJ e bacharel em Economia na PUC/RJ. Com mais de 20 anos de experiência no mercado financeiro, já atuou em importantes instituições. Foi analista de research do setor financeiro, e recebeu, por diversas vezes, o prêmio de melhor analista do Brasil, das revistas especializadas Institutional Investor e Investidor Institucional.

 

Além do presidente da República, Jair Bolsonaro, participaram da solenidade, o vice-presidente, general Hamilton Mourão, o ministro da Economia, Paulo Guedes, e os novos presidentes do Banco do Brasil, Rubem Novaes, e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Joaquim Levy, entre outras autoridades.



Fonte: www.caixa.gov.br


Portal VGV

Portal VGV

Comentários


Próximo evento

Congresso do mercado imobiliário de Santa Catarina

O mercado imobiliário pós-retomada econômica

Faltam:

Garanta Aqui

CONFIRA AS EDIÇÕES ANTERIORES

Saiba como foi

BANCA VGV


Adquira guias completos do mercado imobiliário da sua região. Tenha em suas mãos tudo o que precisa para vender mais.


saiba mais

Oferecimento

Patrocínio Institucional

NEWSLETTER    RECEBA SEMPRE EM PRIMEIRA MÃO NOSSO CONTEÚDO