Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas 2016 no Brasil movimentam a construção civil

portalvgv 29/04/2010 0
Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas 2016 no Brasil movimentam a construção civil

Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas 2016 no Brasil movimentam a construção civil

A proximidade dos eventos e as carências em infra-estrutura, que terão que ser supridas até a data dos jogos, prometem fazer da construção civil o motor da economia nos próximos cinco anos. Tecnologia construtiva que racionaliza tempo, Paredes Duplas, moderniza o setor e diminui tempo da obra

Definidas as 12 cidades que irão receber os jogos da Copa do Mundo e estimadas as cifras bilionárias dos projetos públicos para hospedar o Mundial e as Olimpíadas, o setor da construção civil tem todos os motivos para estar bastante otimista. De acordo com o governo federal e a Secretaria da Fazenda do Estado do Rio de Janeiro, respectivamente, a previsão é de que a Copa movimente cerca de R$ 60 bilhões e que os Jogos Olímpicos gere R$ 20 bilhões em investimentos.

Além da necessidade de melhorias na rede de transportes, as redes hoteleira, de energia elétrica e de comunicação terão que ser ampliadas para suportar os visitantes e não entrarem em colapso durante os eventos. Também haverá necessidade de reformas e a construção de novos locais para a realização das competições. Para as Olimpíadas, a demanda é de pelo menos 20 mil acomodações, segundo exigência do Comitê Olímpico Internacional (COB), que requer 43 mil quartos – a cidade do Rio conta com 23 mil atualmente.

Soluções de marketing e relacionamento com clientes para construtoras e imobiliáriasO prazo estreito animou o setor da construção, especialmente os segmentos de pré-fabricados, que esperam aumentar as vendas. Os sistemas construtivos automatizados são o carro-chefe em cronogramas rígidos. Para Fabio Casagrande, engenheiro-diretor da Sudeste®, empresa especialista em Paredes Duplas, o momento é ideal para intensificar a competitividade e a produtividade do setor, estimulando a industrialização da construção civil. “Obras de grande porte requerem padronização e escala. Além do mais, o tempo é restrito para o sistema construtivo artesanal”.

O uso das Paredes Duplas dispensa acabamentos, como a massa fina, e reduz o tempo de construção pela metade. O sistema é todo automatizado e permite a projeção de peças 100% customizadas, com saídas para encanamento, instalações elétricas, portas e janelas.

Diante da escassez de tempo, a alternativa de um sistema lógico frente ao artesanal, com economia de materiais e agilidade de construção, pode ser a “deixa” para a modernização do setor da construção civil brasileiro.

Comente esta notícia »