Caixa e Prefeitura de São Paulo entregam moradias do PAC

portalvgv 21/09/2009 0
Caixa e Prefeitura de São Paulo entregam moradias do PAC

Caixa e Prefeitura de São Paulo entregam moradias do PAC

Empreendimento construído em Paraisópolis beneficiará famílias de baixa renda que residiam em áreas de risco

A Caixa Econômica Federal e a Prefeitura de São Paulo entregaram no sábado (19), 126 moradias construídas com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), na região de Paraisópolis, zona Sul de São Paulo. As unidades beneficiarão famílias com renda de até três salários mínimos, que viviam em barracos instalados em áreas de risco e com situação precária.

As moradias integram o Condomínio Paraisópolis F, que ocupa uma área de 2.833,08 m² e possui quatro blocos de edifícios com nove pavimentos. O empreendimento recebeu investimentos da ordem de R$ 11.364.000,00, sendo R$ 3.402.000,00 repassados pela CAIXA e R$ 7.962.000,00 como contrapartida da prefeitura. O residencial conta com um ambiente tratado paisagisticamente e é dotado de áreas de lazer condominial, estacionamentos e vias pavimentadas, além das redes adequadas de água, esgoto, drenagem, energia elétrica e gás natural.

As moradias têm 54,5 metros quadrados, distribuídos em dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro e área de serviço. Seis unidades foram projetadas para atender pessoas com deficiência física ou idosos. As áreas externas oferecem, ainda, espaços de lazer como playground e mini-quadra poliesportiva e, no nível térreo dos edifícios, também há espaços para lazer coberto. O valor de cada unidade está estimado em R$ 50 mil, sendo R$ 25,7 mil repassados pela CAIXA.

“A CAIXA tem muito orgulho em contribuir para melhorar as condições de vida desses cidadãos. Com os governos federal, estadual e municipal trabalhando juntos, conseguimos levar às famílias o acesso à moradia e atender a população no que ela mais precisa, cumprindo a missão de governar, que todos os três poderes têm”, destacou o vice-presidente de Governo do banco, Jorge Hereda durante a entrega das moradias.

O Complexo Paraisópolis é o segundo maior assentamento em condições precárias de São Paulo, inserido na região do Morumbi, com uma população de 60.000 moradores. O complexo se diferencia das demais por ocupar 990.000m2 de área particular e estar bem localizado em relação ao mercado de trabalho e de acessibilidade privilegiada.

Todo o projeto de reurbanização receberá investimento de R$ 172.900.000,00 e a CAIXA é responsável por R$ 60 milhões em repasse do Orçamento Geral da União (OGU), sendo R$ 50 milhões neste contrato e R$ 10 milhões que serão utilizados na 3ª etapa, prevista para fevereiro de 2010. A iniciativa beneficiará 20.832 famílias na área total de Paraisópolis, sendo 994 com unidades habitacionais, 684 com recuperação e melhoria de suas atuais residências e as demais com infraestrutura e equipamentos de educação, saúde e lazer. O projeto conta com a parceira da Prefeitura Municipal de São Paulo, SABESP, Eletropaulo e Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU).

“Estamos transformando Paraisópolis em um bairro. Já temos um Centro Educacional Unificado (CEU) repleto de crianças e o plano é fazer mais 3.114 moradias, num investimento de mais de R$ 400 milhões”, disse. Serra lembrou também do trabalho feito pela SABESP, que entregou 20 km de redes de água e 14km de redes de esgoto, itens fundamentais para um padrão de vida decente e dignas condições de moradia. “O primeiro passo para acabarmos com a pobreza é, sem dúvida, oferecer à população melhores condições de moradia”, destacou o governador do estado, José Serra.

O evento contou também com as presenças do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, do secretário estadual da Habitação, Lair Krähenbühl, da secretária estadual de Energia e Abastecimento, Dilma Seli Pena, do secretário de Habitação do município, Elton Santafé Zacarias e da superintendente regional em exercício da CAIXA, Paula Abate, entre outras autoridades.

BALANÇO
Já foram liberados de 2007 até hoje mais de R$ 10,4 bilhões para obras do PAC sob gestão da CAIXA, em contratos de habitação com o setor público e saneamento e infraestrutura urbana. Esses recursos foram aplicados em 1.600 projetos que beneficiaram, principalmente, a população de menor renda. Somente no estado de São Paulo, o montante liberado ultrapassa R$ 1,1 bilhão e está distribuído em 251 projetos.

Comente esta notícia »