10 dicas para escolher o nome de prédios e de empreendimentos imobiliários

portalvgv 20/01/2012 11
Escolher o nome de um empreendimento imobiliário não é uma tarefa tão simples. Diante de tantas palavras já utilizadas, as incorporadoras, construtoras e agências enfrentam um desafio diário para encontrar um nome que seja impactante e que represente bem o produto. Nesta hora, sob a pressão de ser “inovador”, muitas vezes o resultado acaba surtindo um efeito negativo, com nomes confusos e de difícil memorização, tanto que o jornal O Estado de São Paulo veiculou no dia 8 de janeiro de 2012 uma matéria chamada “Cidade brasiliana de todos os names”, em que mostra que os estrangeirismos dominam nomes de edifícios novos em São Paulo.

Para auxiliar nesta tarefa, o Portal VGV (www.portalvgv.com.br) consultou especialistas e reuniu algumas dicas para auxiliar na escolha de nomes de prédios:

1) Prefira nomes que sejam fáceis de falar e escrever

Por mais que sejam bonitas e às vezes passem um tom de requinte, as palavras em outro idioma nem sempre são a melhor escolha. Imagine que muitas pessoas podem ouvir o corretor falar o nome do empreendimento e em seguida procurar na internet por mais informações. Se o nome for difícil de escrever, as chances do cliente chegar ao local certo são muito menores. Se for difícil de pronunciar, pode acabar espantando pessoas que têm o potencial de compra, mas que se sentiriam constrangidas por não saber falar corretamente o nome do empreendimento.

2) Procure adequar o nome ao público-alvo

Se você está escolhendo o nome de um empreendimento direcionado ao segmento popular, não é uma boa ideia utilizar nomes em inglês que exijam uma pronúncia apurada ou grafia muito rebuscada. Opte pela simplicidade neste caso. Para um segmento de alto padrão, talvez uma palavra em outro idioma transfira algum atributo de sofisticação que o cliente busca. Porém fique atento à próxima dica.

3) Lembre-se de todos os stakeholders na hora de criar um nome

Não se esqueça que, além dos clientes, outras pessoas precisarão falar e escrever o nome do empreendimento. Por exemplo: ao escolher um nome em francês, veja se o corretor de imóveis terá alguma dificuldade na pronúncia, se o depto. financeiro da empresa saberá escrever corretamente, etc.

4) Se possível, procure fazer referência ao local

Pesquisas apontam que, ao buscar um imóvel, o item “localização” é primeiro fator a ser avaliado. Portanto, as pessoas não irão procurar o “Empreendimento X”, elas irão procurar um “imóvel na região Y”; a busca se inicia por aí. Imagine que muitas pessoas podem pesquisar na internet pelo nome do local, logo se o nome do seu empreendimento fizer menção à região em que está instalado, as chances de atrair a atenção do cliente são maiores.

5) Considere inserir o nome da empresa junto ao nome do produto

Muitas incorporadoras no exterior criaram uma linha de produtos que leva o nome da empresa + o nome do produto. No Brasil, algumas já estão seguindo este caminho. Esta pode ser uma boa estratégia para fixar o nome da empresa e criar um referencial pelo padrão do imóvel, mas também pode ser um risco caso a empresa tenha alguma crise (se um prédio registrar muitos problemas de assistência técnica, por exemplo, são grandes as chances dos demais empreendimentos também serem rotulados como problemáticos), portanto avalie bem.

6) Pesquise bastante

Com a quantidade de empreendimentos imobiliários que surgem a cada mês, é difícil encontrar um nome que realmente seja inovador e que nunca tenha sido utilizado. Portanto, para evitar confusões na mente do consumidor, pesquise exaustivamente se já não há empreendimento imobiliário com o mesmo nome, principalmente em regiões próximas.

7) Aproveite a oportunidade para engajar equipes

Escolher o nome de um edifício pode ser uma boa oportunidade para uma ação de endomarketing. Já pensou em criar um concurso dentro de sua empresa e premiar o colaborador que sugerir o melhor nome? Outra possibilidade é utilizar as mídias sociais e criar um concurso para engajar o público em geral, oferecendo uma premiação. Isso já cria um buzz em torno do produto, desde o início.

8 ) Nome não é tudo, é só uma parte

Assim como uma pessoa, o nome ajuda a identificar e diferenciar um dos outros, mas há muitos itens que compõem a personalidade única de cada um. Nos empreendimentos imobiliários, é igual. Portanto, lembre-se do posicionamento do produto, suas características técnicas, da linguagem que será utilizada em toda a comunicação e na imagem da marca. Cuidado com as inadequações. É preciso pensar de forma integrada, pois ao final, é o conjunto de todos estes itens que será comunicado ao cliente.

9) Faça uma enquete antes de adotar o nome

Após ter decidido o nome, reúna os perfis de pessoas que serão impactadas pelo empreendimento (potenciais clientes, colaboradores, corretores, etc) e faça uma enquete para verificar se o nome é ou não adequado.

10) “Menos é mais”

Na dúvida, opte pelo simples e óbvio. As chances de errar são bem menores.

E para você, o que é preciso avaliar na escolha de um nome? Deixe o seu comentário abaixo e contribua com a discussão.

Colaboração: Agência Marketing SIM – Marketing Imobiliário

11 Comentários »

  1. Maria José 21/09/2012 às 16:34 -

    Interessante

  2. Jonas 08/08/2013 às 0:29 -

    Excelentes dicas

  3. Renata 18/08/2013 às 11:23 -

    Por favor estou inicianto um empreendimento (Edificio de 04 andares sendo 01 por andar no centro de Poços de Caldas) alto padrão, preciso de sugestão de nomes, o endereço fica na Rua Santos Dumont.
    Abraços e aguardo retorno,

    Obrigada,

    Renata.

  4. ANA 06/09/2013 às 11:19 -

    OLHE

  5. Luis Eduardo Caracio 11/10/2013 às 9:54 -

    Renata, coloque 14 Bis.

  6. Regina A Pereira 09/02/2014 às 20:57 -

    Gostei da matéria pq estou procurando nome para um empreendimento também com poucas unidades – como a Renata q pediu sugestões. Gostei da sugestão dada. O nosso fica num bairro muito bom, é dirigido a jovens casais ou solteiros exigentes. Fica na R Petit Carneiro (nome de um médico q foi importante para a cidade). Curtiba/PR.
    Obrigada, Regina

  7. Arthur Ribas de Avila 10/02/2014 às 15:46 -

    Contrate uma agência de propaganda. As agências possuem profissionais especializados para isso e para todas as outras questões do marketing. O nome de um empreendimento deve ser parte de uma estratégia de comunicação e não apenas uma opção fortuita.

  8. maria graciete meira nepomuceno 28/02/2014 às 20:10 -

    construi um pequeno predio com 4 lojas comercias no terreo e 4 apartamentos no 1º andar tipo um empresarial, este imovel fica no bairro da prata na cidade de campina grande pb estou sem saber escolher o nome pois ja tenho um predio de 3 andares com o meu sobrenome ,gostaria de receber sugestões o que antecipadamente agradeço graciete

  9. José Elias 17/03/2014 às 16:35 -

    Nesta apresentação de powerpoint, digo o que penso sobre criação de marcas. Espero que seja útil!
    Um abraço.

    http://de.slideshare.net/zeelias65/dicas-sobre-criao-de-marca

  10. Jorge Braga 03/09/2014 às 20:42 -

    Criticam os estrangeirismos (que eu também sou contra), mas usa uma palavra estrangeira (stakeholders) totalmente desnecessária (ainda que seja o jargão técnico). Por que não falar, por exemplo, “partes interessadas”?

Comente esta notícia »