NEWSLETTER    RECEBA SEMPRE EM PRIMEIRA MÃO NOSSO CONTEÚDO

Preço médio de venda de imóveis se mantém estável

imoveis4277

Segundo dados obtidos através do Índice FipeZAP, o preço de venda de imóveis manteve-se estável (-0,01%) entre os meses de março e abril deste ano. Acumulando assim, uma alta de 0,69% nos últimos 12 meses. Trata-se do segundo mês consecutivo de estabilidade nos preços anunciados. A alta é de 0,08% no acumulado do ano.

O Índice FipeZAP de Preços de Imóveis Anunciados é calculado pela Fipe, além de ser um indicador com abrangência nacional que acompanha os preços de venda e locação de imóveis no Brasil.

Em 12 meses os preços médios dos imóveis analisados também se mantiveram abaixo da inflação estimada por analistas do mercado financeiro, por meio do Boletim Focus, do Banco Central, a projeção foi de 4,14% para o período de um ano até abril. O preço médio anunciado do m² apresenta queda real (descontada a inflação) de 3,32% nos últimos 12 meses, segundo o FipeZAP.

Das 20 cidades pesquisadas, nove mostraram recuo nominal nos preços de venda entre os meses de março e abril. O destaque foi a cidade de Fortaleza (-0,54%), seguida por Rio de Janeiro (-0,40%), Niterói (-0,36%) e Recife (-0,29%). Porém, em quatro cidades as variações observadas nos preços superam a inflação esperada para o mês de abril (+ 0,20%), sendo elas: Vila Velha (+ 0,40%), Florianópolis (+ 0,36%), Santo André (+0,29%) e São Paulo (+0,27%), as variações observadas nos preços superam a inflação esperada para o mês de abril (+ 0,20%).

De acordo com a pesquisa, se forem considerados os últimos 12 meses, seis das 20 cidades analisadas acumulam queda nominal nos preços de venda. Entre elas estão: Goiânia (-3,50%), Niterói (-2,48%), Rio de Janeiro (-2,70%), Fortaleza (-1,55%), Distrito Federal (- 1,18%) e Recife (-0,22%). De forma diversa, apenas os preços registrados em Belo Horizonte acumulam variação superior à inflação para o período (+8,0%, face à inflação acumulada de +4,14%).

Em abril, o valor médio de venda dos imóveis nas 20 cidades analisadas foi de R$ 7.696/m². Rio de Janeiro se manteve como a cidade com o m² mais caro do país (R$ 10.180), seguida por São Paulo (R$ 8.680) e Distrito Federal (R$ 8.445). Já as cidades com menor valor médio por m² no mês foram: Contagem (R$ 3.519), Goiânia (R$ 4.106) e Vila Velha (R$ 4.632).

Segundo especialistas, a estabilidade do preço médio dos imóveis revela um bom momento para aquisição. Os classificados online são os melhores recursos para encontrar preços na média, como é o caso do portal Chaves na Mão, que exibe anúncios de imóveis, carros e motos, com o objetivo de oferecer ao mercado nacional um canal moderno e dinâmico para a comercialização de imóveis e automóveis. Sediado em Curitiba, o Chaves na Mão foi o primeiro portal local a reunir esses dois tipos de bens, concentrando a busca de ambos os públicos num só local.

Comentários


Próximo evento

O futuro do mercado imobiliário de Ribeirão Preto

Descubra novas possibilidades de atuação

Faltam:

Garanta Aqui

CONFIRA AS EDIÇÕES ANTERIORES

Saiba como foi

BANCA VGV


Adquira guias completos do mercado imobiliário da sua região. Tenha em suas mãos tudo o que precisa para vender mais.


saiba mais

APOIO INSTITUCIONAL

NEWSLETTER    RECEBA SEMPRE EM PRIMEIRA MÃO NOSSO CONTEÚDO