Gafisa deve entregar mais de 32 mil unidades até o final de 2011

portalvgv 21/11/2011 0
A Gafisa, uma das maiores construtoras e incorporadoras do País, registrou recorde histórico de entregas de unidades de suas três marcas: Gafisa, Tenda e AlphaVille. Apenas no terceiro trimestre de 2011, a companhia entregou mais de 8 mil unidades. Até o final deste ano, a expectativa é que mais 32 mil famílias recebam seus novos lares.

Com mais de 57 anos no mercado e com atuação em mais de 40 cidades, a marca Gafisa já entregou mais de 1000 empreendimentos durante toda a sua história, o que representa mais de 12 milhões de metros quadrados construídos no País.

“Nosso objetivo é entregar empreendimentos de altíssima qualidade em tempo e dentro do orçamento. Este trimestre que passou ficará marcado pelo recorde de entrega de unidades e pretendemos continuar no mesmo rítmo até o final do ano”, explica Duilio Calciolari, Diretor Presidente da companhia.

Para consquistar esse número, a companhia equalizou importantes questões também na marca Tenda. Desde a sua compra, por exemplo, triplicou o investimento na operação. Em outubro de 2008, o investimento, que era de R$ 38.188.291 por mês atingiu nível recorde de R$ 92.276.133,00 em junho de 2010.

Outro fator que também permitiu o alto número de entregas foi o forte investimento para aumentar a produtividade. A construção de empreendimentos da Tenda utilizando formas de alumínio, técnica na qual se reduz em pelo menos 30% o ciclo de obra, foi uma grande aposta da empresa. Para escolher a melhor técnica, criou-se uma área voltada à execução de obras residenciais rápidas que pesquisou e testou durante cerca de um ano e meio as tecnologias mais avançadas disponíveis no Brasil e em diversos países.

“As formas são montadas e preenchidas com o concreto, construindo andar por andar. Além de otimizar o período de obra, o sistema permite que uma equipe de mão de obra menor conclua o projeto em metade do tempo”, explica Duílio.

Um terceiro fator ainda foi responsável pelo alto número de unidades entregues por toda a companhia: a contratação e capacitação de mão de obra própria, com a criação da área de Verticalizadas, o que também livrou a Gafisa de um problema eminente ao setor, e tem permitido que os cronogramas de obras sejam mantidos.

Comente esta notícia »